Programa auxilia catadores de recicláveis a gerar renda e melhorar de vida

Campo Largo (PR) – Foi juntando o que as pessoas jogavam no lixo e parecia não ter valor, que Cláudia Márcia Moreira de França, de 45 anos, encontrou uma forma de reconstruir a própria vida. Depois de terminar um relacionamento difícil e do diagnóstico de depressão, a reciclagem foi o caminho para sustentar as duas filhas. Os materiais eram coletados nas ruas de Campo Largo - cidade da região metropolitana de Curitiba (PR) - e reunidos em sua casa.
Read More →

Estudar em grupo pode ajudar na preparação para concursos

Quem escolhe se tornar servidor público tem um grande desafio à frente. Os concorridos concursos públicos exigem do estudante uma dedicação total e as técnicas para ajudar nas pesadas rotinas de estudos são diversas. Existem os estudantes que optam pela companhia apenas dos livros, já outros preferem o auxílio dos grupos de estudo. Quem gosta dessa técnica, costuma ressaltar a motivação e o apoio entre os colegas como as principais vantagens dos grupos.

Forças no Esporte garante desenvolvimento e alimentação saudável para jovens do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro – Quem vê a força da jovem Gabrielle Vitória de Oliveira, de 15 anos, não imagina o quanto ela lutou para chegar ao primeiro lugar do pódio. Em junho deste ano, ela conquistou a medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Levantamento de Peso Sub-17. A menina franzina tinha 10 anos – e apenas 25 quilos – quando começou as atividades no Programa Forças no Esporte (Profesp), na unidade do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan), da Marinha do Brasil, no Rio de Janeiro (RJ).

Alimentação de qualidade transforma vida de jovem do Forças no Esporte

Rio de Janeiro – Quem vê a força da jovem Gabrielle Vitória de Oliveira, de 15 anos, não imagina o quanto ela lutou para chegar ao primeiro lugar do pódio. Em junho deste ano, ela conquistou a medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Levantamento de Peso Sub-17. A menina franzina tinha 10 anos – e apenas 25 quilos – quando começou as atividades no Programa Forças no Esporte (Profesp), na unidade do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan), da Marinha do Brasil, no Rio de Janeiro (RJ).

Criança Feliz chega aos lugares mais distantes do país

Brasília – Roseane Amorim, de 26 anos, mora numa casinha humilde, construída em cima de palafitas na comunidade de São Francisco, em Careiro da Vázea, região metropolitana de Manaus (AM). O barco é o único meio de transporte que dá acesso à cidade. Quando o rio Amazonas não está cheio, é preciso andar por um caminho de madeiras finas que não ultrapassam 20 centímetros de espessura para chegar à casa de Roseane.

Atendimento do Programa Criança Feliz completa um ano

Pacatuba (SE) – O colchão jogado na sala e os brinquedos espalhados já denunciam: hoje é dia de visita do Criança Feliz. Sentados no chão, Cicero Santos Barbosa, de 31 anos, acompanha atento todas as orientações da visitadora e repete passo a passo as brincadeiras com a pequena Sara Melissa, de oito meses. O auxiliar de serviços gerais vive em Pacatuba (SE), o primeiro município do Brasil a iniciar as visitas domiciliares do Programa Criança Feliz. Pai de mais dois meninos, ele lamenta não ter dado a mesma atenção aos filhos mais velhos.

Criança Feliz garante o desenvolvimento das crianças e fortalece os vínculos nas famílias

Maruim (SE) – Com um sorriso largo e os brinquedos na mão. É assim que o pequeno Neilton Nicolas Silva, de 2 anos, recebe toda semana a visitadora do Criança Feliz. Há quase um ano, ele participa do programa em Maruim (SE), cidade distante a quase 30 quilômetros da capital, Aracaju. Nicolas mora com a bisavó, Maria Terezinha da Paz Silva, de 69 anos. Enquanto se recuperava do uso de drogas, Daniela, a mãe dele, pediu para que a avó cuidasse do filho.

Principal desafio do Criança Feliz no futuro é ampliar atendimento por todo Brasil

Brasília – Com muito cuidado, Jadernilson Felipe da Silva Santos, de 2 anos, empilha as canecas coloridas oferecidas pela visitadora do Criança Feliz. A atividade parece simples, mas tem um grande impacto no desenvolvimento da coordenação motora do pequeno, além de ajudá-lo na identificação das cores. A família de Jadernilson mora em Maruim - no estado de Sergipe -, um dos primeiros municípios do país a iniciar as visitas do programa.

Programa auxilia catadores de recicláveis a gerar renda e melhorar de vida

Campo Largo (PR) – Foi juntando o que as pessoas jogavam no lixo e parecia não ter valor, que Cláudia Márcia Moreira de França, de 45 anos, encontrou uma forma de reconstruir a própria vida. Depois de terminar um relacionamento difícil e do diagnóstico de depressão, a reciclagem foi o caminho para sustentar as duas filhas. Os materiais eram coletados nas ruas de Campo Largo - cidade da região metropolitana de Curitiba (PR) - e reunidos em sua casa.

Projeto Dona de Mim devolve autonomia e autoestima a mulheres no Ceará

Caucaia (CE) – Ações e estratégias de inclusão produtiva têm auxiliado diversas famílias brasileiras a melhorar de renda e serem mais independentes financeiramente. Na cidade de Caucaia – localizada na região metropolitana de Fortaleza, capital do Ceará -, centenas de mulheres descobriram a importância da emancipação com o projeto Dona de Mim. Lançada em 2017, a iniciativa já causa mudança na vida das participantes, devolvendo autonomia e autoestima.

Criança Feliz: famílias recebem livros para incentivar a leitura na primeira infância

Aracajú (SE) – A pequena Sofia Lessa, de um ano, observa atenta os comandos da mãe Itamara Lessa, 26 anos, durante as brincadeiras e a imita sorridente. Os potes e panelas da casa viraram brinquedos assim que a família passou a ser acompanhada pelo Criança Feliz. Agora, mais uma ferramenta fará parte dos encontros semanais: o livro. “A visitadora ensina muitas coisas, pequenas, mas com grandes resultados”, conta Itamara.
Close